Regulamento PSD2. O que muda e o que tenho que fazer? - Avantio.Pt
Chat

Esta página web utiliza Cookies próprias e de terceiros, para recolher informação com o objetivo de melhorar os nossos serviços, para mostar-lhe publicidade relacionada com as suas preferências, assim como analisar os seus hábitos de navegação. Se você continua a navegar, significa que aceita a instalação das mesmas. O usuário tem a possibilidade da configurar o seu navegador podendo, se você deseja, impedir que sejam instaladas no seu disco duro, ainda que deveria de ter em consideração que isto poderá ocasionar dificuldades na navegação do website.

Como configurar Aceitar

Regulamento PSD2. O que muda e o que tenho que fazer?

Já deve ouvido falar sobre o novo regulamento PSD2 (Payment Service Directive 2) que entrará em vigor no próximo dia 31 de Dezembro, mas ainda deve ter perguntas sobre a sua implementação.

Preparámos uma breve guia sobre este regulamento para explicar o que tem que fazer. 

Qual é o objetivo da PSD2?

  • Reduzir o fraude relativamente a pagamentos online e “chargebacks” que estão a alcançar níveis alarmantes na Europa.
  • Abrir o mercado a novos concorrentes e reduzir as comissões cobradas pelos pagamentos online

Como será aplicado o regulamento PSD2?

O novo regulamento exige que seja aplicada a autenticação forte (SCA) que pedirá algum dos seguintes factores extra de autenticação:

  • Algo que o usuário conheça: o usuário terá que inserir uma password ou um código pin.
  • Algo que o usuário tem: isto poderá ser um cartão de crédito, um telemóvel ou um dispositivo com o qual pode fazer pagamentos.
  • Algo que o usuário pode identificar: esta parte faz referência a biométricas, reconhecimento facial ou um scanner de íris.

Em referência a este factor extra de autenticação, com gestor de propriedades não tem que preocupar-se devido a que não terá que fazer nada a respeito.

A aplicação da SCA e os seus protocolos de segurança terão que ser efetuados pelos processadores e emissores, que são os bancos, as marcas de cartões (VISA, MC, AMEX, etc.) e as plataformas de pagamento.

A que transacções afeta?

  • A transacções efetuadas na Europa e para os clientes europeus (cartões emitidos unicamente por bancos europeus) 
  • A vendas online na Europa através do website.

Também deve ter em consideração o tipo de transacções efetuadas porque existem isenções.

Para mais informações sobre estas isenções entre aqui.

Nota: Os pagamentos com cartão de crédito ou débito, que sejam processados de forma manual por parte do gestor de propriedades poderão continuar a ser feitos como até agora mas não são aconselhados pela falta de segurança.

Uma mudança positiva para os gestores de propriedades

Contar com pagamentos seguros gera confiança para os seus hóspedes e para a sua empresa reduzindo o risco de chargebacks.

O que acontece com os pagamentos de cartões Offline?

Os pagamentos de cartões de crédito/débito offline, serão considerados uma operação MO/TO, e não será aplicada a SCA. O motivo é porque o turista não está presente durante a transacção.

Veja mais informação sobre esta isenção MO/TO aqui

Os cartões de crédito/débito que recebemos da Booking.com, Expedia, HomeAway ou outros portais poderão continuar a ser cobrados manualmente, no entanto estes pagamentos ao estar fora da PSD2, sim poderão levar a  chargebacks.

A autenticação forte somente será solicitada no caso de que seja o portal a efetuar a transacção

Com a Avantio estou protegido com este novo regulamento PSD2?

Sim, na Avantio o sistema já está adaptado ao novo regulamento PSD2.

No entanto, aconselhamos-lhe que verifique com o seu banco emissor ou plataforma de pagamento quem são os responsáveis de aplicar a autenticação forte, que já estão adaptados ao regulamento.

Escolha do editor

Tags

Notícias de alojamento local de Avantio

Leia sobre a evolução do sector de alojamento local: Esteja à par das novidades legislativas, variações na indústria, e veja os últimos desenvolvimentos nas soluções de Avantio.